SiteJornalOlhodeAguia
Noticias
06/02/2019 08:50
Os Fotógrafos de Guerra.Por Nilva de Souza

 

 

Os historiadores devem imensa gratidão aos fotógrafos de guerra, sem os quais não haveria registros desta fase da história que ainda encanta e assombra o mundo. Pode-se dizer que os fotógrafos eram soldados, técnicos e também artistas. As condições em que eles tinham que fazer o seu trabalho era as piores possíveis e os equipamentos disponíveis, principalmente os da Primeira Guerra, eram grandes e pesados, e mais, as revelações ocorriam quase sempre no meio do fogo de artilharia, com o cuidado para que uma partícula de poeira ou umidade não arruinasse todo o trabalho.

Eles iam e vinham junto com os soldados, faziam longas marchas a pé, em caminhões, comiam na mesma trincheira, sofriam com eles. Uma das poucas vantagens para os fotógrafos de guerra era a mobilidade para ir aonde queriam, permitindo ignorar fileiras.

Ainda no início da Segunda Guerra Mundial não havia nenhuma câmera ou um filme desenhado especificamente para o combate. Apesar de já haver filmes em cores, quase todas as imagens que conhecemos da Segunda Guerra Mundial estão em preto e branco. O filme precisava de condições de luz ideais para bons resultados, e a guerra não fornecia isso. Além do que os filmes não estavam preparados para o movimento e muitas vezes, era necessário pedir que o personagem ficasse congelado por alguns instantes. O preço e a escassez, especialmente nos primeiros anos de guerra, também jogou contra este formato, sendo muito mais caro do que em preto e branco.

Além dos fotógrafos militares havia os civis, eles se diferenciavam pelas insígnias, fardamentos e armamento.  Os fotógrafos americanos, por exemplo,  carregavam uma pistola Colt 1911, uma faca de combate e, eventualmente, carabina M1 M3. Alguns tinham mais do que uma pequena idéia de como atirar com uma arma.

Referências de pesquisa: International Combat Camera Association ( combatcamera.org), TheTimes (http://www.time.com/time/magazine), Anton Holzer: A outra frente. Fotografia e propaganda na Primeira Guerra Mundial . Primus, Darmstadt 2007. ww2incolor.FONTE:https://jornalggn.com.br

Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Rua Augusta - Emicida


Joe Satriani - Always with me, always with you


Jeff Beck - A Day in A Life


 

 

 

Thalyta Ribeiro de Oliveira Incrível seus projetos, tanto de fotografia, quanto com a galeria e as produções audiovisuais. Apenas continue!!
Contador de Visitas
Hoje: 1.776
Desde 15/05/2011: 5.790.323
você é a favor do impeachment de Bolsonaro? Vote.
n
sim