SiteJornalOlhodeAguia
Not?cias
24/05/2021 20:51
Turismo de Brasília ganha rota do rock com locais históricos de bandas.Foto:Ivaldo Cavalcante
Secretaria de Turismo mapeou 37 pontos que fazem parte da trajetória dos mais importantes grupos musicais formados na capital federal.FONTE:https://www.metropoles.com/colunas/janela-indiscreta/turismo-de-brasilia-ganha-rota-do-rock-com-locais-historicos-d

 Caio Barbieri

atualizado 06/05/2021 18:46

Reprodução / acervo Plebe Rude

Conhecida por ter inspirado várias bandas de relevância nacional, a capital federal ganhou nesta quinta-feira (6/5) um passeio turístico específico para os amantes de bandas como Legião UrbanaPlebe Rude e Capital Inicial, por exemplo. A rota Brasília Capital do Rock contará a moradores e turistas uma experiência única pelo olhar do estilo musical que consagrou a história da cidade e foi tombado como Patrimônio Cultural Imaterial do DF.

 

Secretaria de Turismo mapeou 37 pontos que fazem parte da história do rock brasiliense em um trabalho conjunto com a Secretaria de Economia, faculdade União Pioneira de Integração Social (Upis), a curadoria de Philippe Seabra – vocalista da Plebe Rude – e a produção de Tata Cavalcante.

Locais como o Parque Vivencial II, a SQS 104 Sul – quadra onde os Paralamas do Sucesso moravam –, o Cave no Guará, onde foi realizado o primeiro show da Legião Urbana na cidade, e ainda o espaço onde foi realizado o evento Rock na Ciclovia, organizado pela banda Plebe Rude, serão sinalizados e identificados para compor a nova rota turística da capital.

 

De acordo com a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, esses mesmos lugares serão disponibilizados para a visitação virtual pela plataforma Google Earth.

 

“Agora, o segmento musical do rock como destino turístico será tratado como atração principal e com as luzes que realmente merece. Considerar esse estilo tão importante para a história da nossa capital sob a perspectiva da consolidação de um destino é uma conquista inédita e de valor estratégico para o desenvolvimento de todos os setores, em especial, o do turismo. E só foi possível estruturar um projeto como esse, graças à atuação integrada do nosso governo com a iniciativa privada, os acadêmicos e os músicos que carregam no DNA o melhor do rock e de Brasília”

Vanessa Mendonça, secretária

Segundo o secretário de Economia, André Clemente, a rota vai aguçar a memória afetiva de muitos moradores e será uma verdadeira descoberta para os turistas que, ao percorrerem a rota, vão impulsionar toda a cadeira produtiva.

“Esse roteiro vai movimentar o setor hoteleiro, o setor de transportes, restaurantes, outros segmentos e atrativos da cidade, atraindo cada vez mais visitantes e consolidando a capital como destino turístico”, afirmou.

Para Philippe Seabra, da banda Plebe Rube e também curador do projeto, o movimento que inspirou toda uma geração não veio de um “vácuo”. “Foi a curiosidade intelectual, lucidez e urgência desses jovens de Brasília que colocaram a capital no mapa cultural brasileiro, mudando para sempre a música popular brasileira. Com milhões de discos vendidos, filmes e documentários com milhões de espectadores, teses e doutorados dedicados às letras dessas bandas, o rock de Brasília é um alicerce da contestação e liberdade de expressão no Brasil, e isso tem que ser celebrado”, destacou.

Patrimônio brasiliense

A Rota do Rock pretende consolidar a memória desse patrimônio da cidade por meio da marcação/sinalização dos locais que são tão importantes e emblemáticos não só para o Distrito Federal, mas para todo o país. O objetivo principal é manter viva a memória do rock brasiliense e inspirar novas gerações.

 

Nesses espaços serão realizados ainda eventos musicais no estilo do Porão do Rock, Picnik e o próprio Rock na Ciclovia, que contarão com a participação integrada entre bandas da época de ouro do rock brasiliense e os artistas da nova geração. A ideia é promover ações que gerem mais visibilidade ao cenário independente local e que possam incentivar a cultura, fomentar a economia e estimular o turismo interno.

Vocalista dos Raimundos, Digão explicou que a rota é uma conquista muito importante e servirá como uma grande viagem no túnel do tempo para os amantes do rock brasiliense e do Brasil.

“Brasília merece demais uma iniciativa como essa. Quando tocávamos fora da cidade e até do país, sentíamos um imenso respeito do público e o reconhecimento da nossa cidade como Capital do Rock! Estamos fortalecendo e sacramentando ainda mais isso”, argumentou.

A partir da rota central, o mapeamento realizado pela Secretaria de Turismo prevê ainda outros percursos menores e temáticos que atenderão os diversos segmentos específicos do rock, levando em consideração tempo de visitação, modais de transportes viáveis e acessíveis, além de respectivas paradas previstas para contemplação dos atrativos da cidade na presença de guias de turismo.

“Esse é um momento mais que oportuno, levando em consideração que teremos a celebração do Bicentenário da Independência do Brasil e a Semana da Arte Moderna no ano que vem. Eventos de alcance nacional e internacional que vão trazer os olhos do mundo para capital, configurando-se um cenário de oportunidade para que a Rota do Rock mereça o destaque e os holofotes que realmente merece”, reforçou Vanessa Mendonça.

A rota Brasília Capital do Rock passa a integrar diversas outras rotas criadas pela Setur para ajudar moradores e visitantes a conhecerem melhor os atrativos da capital federal. A Coleção Rotas Brasília, por exemplo, conta com a Rota Fora dos Eixos; do Cerrado; da Paz; Cultural; Náutica, Cívica e Arquitetônica. Essas já estão mapeadas e disponibilizadas no site da secretaria

Conheça os locais históricos das bandas:

  1. Ginásio Nilson Nelson
  2. Concha Acústica
  3. Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha
  4. Centro de Convenções Ulysses Guimarães
  5. Colina – UnB
  6. Cine Centro São Francisco – CLS 102/103
  7. Food’s – SCLS 110/111
  8. Centro Comercial da QI 11 – Lago Sul – “Gilbertinho”
  9. Centro Comercial Gilberto Salomão – QI 05 Lago Sul
  10.  Comércio Local da QI 9 Lago Sul – Local da Antiga Lanchonete Giraffas
  11. Rock na Ciclovia
  12. Rampa Acústica Do Parque da Cidade
  13. QG Da Plebe Rude (SHIN QI 8, Conjunto 10, Lago Norte)
  14. Local do surgimento dos Raimundos (SHIS QI 9, conjunto 20 Lago Sul)
  15. Brasília Rádio Center (SRTVN Asa Norte)
  16. Apartamento do Renato Russo (SQS 303, Asa Sul)
  17. Bar/Restaurante Beirute – CLS 109
  18. Teatro Galpãozinho (508 Sul)
  19. Teatro Nacional
  20. Ermida Dom Bosco
  21. Escola Americana de Brasília – EAB
  22. SQS 104 Sul
  23. Bar Cafofo CLN 407
  24. ICC Norte (UnB) – Palco de grandes shows de rock nos anos 80
  25. Teatro de Arena – Cave
  26. Teatro Rolla Pedra
  27. Radicaos
  28. Estacionamento do Estádio Bezerrão – Gama
  29. Cultura Inglesa
  30. Sala Funarte (Sala Cássia Eller)
  31. Gate’s
  32. Sesc 913 – Teatro Garagem
  33. Centro Cultural Cine Itapoã
  34. Galpãozinho, Gama
  35. Esplanada dos Ministérios
  36. Torre de TV
  37. Porão do Rock
Link:
0 Comentários | Escrever comentário

 

Os conservadores fotográficos emergentes da década de 2020, com Millard Schisler

youtube.com/watch?v=nAa9rghODME
Rua Augusta - Emicida


Joe Satriani - Always with me, always with you


 

 

 

Thalyta Ribeiro de Oliveira Incrível seus projetos, tanto de fotografia, quanto com a galeria e as produções audiovisuais. Apenas continue!!
Contador de Visitas
Hoje: 630
Desde 15/05/2011: 6.375.411
você é a favor do impeachment de Bolsonaro? Vote.
n
sim