Retomado programa de castração de animais domésticos.Fotos:Ivaldo Cavalcante

Ibram trabalha para concluir o atendimento de cidadãos já cadastrados e projeta novas vagas ainda para este semestre

12/04/2017 09:43

 ÁDAMO ARAUJO, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

Está de volta o programa de castração de animais domésticos do governo de Brasília. Sob a coordenação do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) e com atendimentos em clínica particular no Gama, as operações foram retomadas neste mês, e o órgão já começou a convocar os inscritos.

Conforme anunciado no ano passado, a castração passou a ser feita por meio de clínicas particulares credenciadas. Atualmente, existe um passivo de cerca de 900 animais não contemplados pela última etapa do programa, que castrou mais de 3 mil cães e gatos.

“Em alguns casos, esses responsáveis fizeram a castração dos animais por conta própria. Em outros, infelizmente, o bicho morreu, mas acionaremos todos”, destaca o coordenador substituto de Fauna do Ibram, Almir Figueiredo.

De acordo com ele, a previsão é que sejam abertas novas vagas ainda neste semestre. Todos os cidadãos podem se inscrever, e a ordem de prioridade obedece a critérios socioambientais.

Como funciona o programa de castração de animais

“A castração é um serviço promovido durante campanhas”, explica Figueiredo. “Ocorre, ao menos, uma ação anualmente”, completa o coordenador, enfatizando que não se trata de um programa contínuo.

900Número de animais cadastrados e não contemplados na última etapa do programa de castração

A nova metodologia funciona da seguinte forma: o Ibram envia por e-mail para o dono do animal todas as orientações para o procedimento. Com o encaminhamento em mãos, ele se dirige até a clínica para a operação, que é gratuita.

Clínicas interessadas em participar do programa podem entrar em contato pelo número (61) 3214-5678 ou verificar o edital de chamamento.

Programa era feito em unidade itinerante

O serviço itinerante de castração de cães e gatos era chamado de Castra Móvel e foi interrompido em abril de 2016.

Em setembro, foi anunciado um acordo de cooperação técnica com a Universidade de Brasília (UnB), para atendimento em projetos de ensino da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária.

A parceria foi definida pelo Comitê Interinstitucional da Política Distrital para os Animais, do qual participam diversos órgãos do governo, como o Ibram e a Secretaria do Meio Ambiente, que coordena o grupo.

EDIÇÃO: MARINA MERCANTE

Compartilhas Noticia

Tags

Comentários

Comentários

Escrever Comentário

11471

Subscribe to see what we're thinking

Subscribe to get access to premium content or contact us if you have any questions.

Subscribe Now